O que é um hidrômetro?

Blog Single

um guia completo pra entender o que é e como funciona um relógio medidor de água

Você já deve ter visto aquele relógio que marca a água, correto? E já se perguntou qual a utilidade daquele aparelho além de criar uma conta de água? Então, afinal, para que serve e como funciona um hidrômetro?

O que é um hidrômetro?

O termo hidrômetro vem do grego hydor, que quer dizer “água”, e metron, que significa “medida”, ou seja: o hidrômetro é um instrumento de medição utilizado para “medir água”.

Embora seja normalmente utilizado para medir o consumo de água, o hidrômetro também pode medir o movimento e as alturas das marés, além de medir o peso, a densidade e a velocidade de qualquer líquido.

Contudo, quando falamos do uso mais prático do aparelho, ou seja, o relógio medidor de água, podemos dizer que: o hidrômetro nada mais é que um dispositivo para medir consumo de água de um imóvel.

 

A Origem

Segundo relatos históricos, o primeiro contador de água (outra maneira pela qual o hidrômetro é conhecido) foi inventado há mais de 1500 anos pela primeira mulher matemática documentada da história, a egípcia Hipátia. No entanto, sua invenção só se popularizou com a chegada da era industrial, por volta do século XIX, com o desenvolvimento das novas técnicas de metalurgia.

 

E para que serve um hidrômetro?

Como dissemos anteriormente, hidrômetros podem ter qualquer uso na relação de medidas de líquidos. Contudo, um hidrômetro é utilizado em larga escala pelas empresas de saneamento básico para medir o consumo de água dos seus clientes. Utilizando o hidrômetro a empresa pode medir o volume de água consumido por cada um e emitir uma conta de acordo com este consumo, ou seja, o hidrômetro é o que permite medir a quantidade de água que foi de fato usada.

 

Como funciona um hidrômetro?

Existem diversos tipos de hidrômetros no mercado atualmente e cada um é produzido de acordo com as necessidades de medição. A lista que montamos, embora não seja completa, é a que abrange os usos mais comuns.

 

Hidrômetro de velocidade ou taqueométrico (do grego takhos, “rapidez, velocidade”, e metron, “medida”.) ou velocimétrico de turbina

Dos hidrômetros de água, o mais utilizado é o chamado "velocimétrico de turbina". O funcionamento desse relógio medidor de água é relativamente simples: a água passa por uma turbina através de um (normalmente chamado hidrômetro unijato) ou mais jatos (chamado de hidrômetro multijato) de água, movimentando-a. Após esse contato, o girar da hélice registra o movimento em um totalizador (também chamado de relógio), que indicará a quantidade de água que passou em litros ou metros cúbicos.

 

Quais são os tipos e tamanhos de hidrômetros?

 

Hidrômetro volumétrico

Diferente do contador de água velocimétrico, o hidrômetro volumétrico não possui uma turbina, mas um anel. Nesse caso, a água preenche o recipiente e, quando atinge determinado volume, é levada para a saída. Para que o movimento da água ocorra, trabalha-se com pressão. A entrada tem maior pressão que a saída, portanto, o líquido é “empurrado” para fora. O anel gira em torno de seu próprio eixo, gerando os movimentos necessários para ativar o totalizador. A partir daí, a medição segue os outros tipos.

 

Hidrômetros úmidos e secos

A diferença entre hidrômetro úmido e seco é apenas o ambiente em que o hidrômetro se encontra. Hidrômetros úmidos ficam mergulhados no líquido que medem. Tudo, desde a turbina até o medidor, está dentro do líquido (por exemplo, o hidrômetro que fica dentro de uma piscina). Já o hidrômetro seco é como os vistos em casa, embora a água passe por dentro do hidrômetro, somente a turbina e a parte interna dele ficam em contato com a água. Esse é o modelo padrão de hidrômetros residenciais.

Hidrômetros secos têm placa separadora, assim chamada pela finalidade específica de separar o medidor em duas partes: uma molhada e outra seca. Na parte submersa do medidor estão a turbina e, se for o caso, o trem redutor de velocidade. Na parte seca, é montado o totalizador, também chamado informalmente/ vulgarmente de relojoaria.

 

Hidrômetro mecânico e magnético

Os hidrômetros mecânicos têm uma espécie de marcha que controla a velocidade da turbina e transmite a informação para o totalizador. Já o hidrômetro magnético possui ímãs nas placas separadoras e, conforme a água passa na turbina e a gira, ele gira também o ímã acoplado ao mecanismo totalizador.

 

Qual a capacidade do hidrômetro?

A capacidade de um hidrômetro é avaliada pelas vazões, ou seja, pelo volume de água que passa dentro dele.

Existem 3 vazões: mínima, máxima e nominal.

 

Vazão mínima:

É o volume mínimo de água que passa pelo hidrômetro para que ele comece a contar. É semelhante ao radar de limite de velocidade nas estradas. Se a velocidade mínima permitida for 40 km/h, o radar só vai registrar os veículos que se moverem a uma velocidade abaixo de 40 km/h. Isso também vale para a vazão máxima de um hidrômetro.

 

Vazão máxima:

É o volume máximo que o hidrômetro aguenta sem ser avariado. Quando recebe mais água que o seu limite, o hidrômetro pode ser danificado, além de ter sua leitura prejudicada.

 

Vazão nominal:

A vazão nominal é a correta condição de funcionamento do hidrômetro e representa metade da vazão máxima.

 

Existem diferenças entre hidrômetros residenciais e industriais?

Sim, em termos de formato e vazão, mas não em funcionabilidade. Os hidrômetros residenciais são menores que os hidrômetros industriais e comerciais. Contudo, fazer essa comparação é como comparar um carro pequeno para quatro pessoas com uma SUV. Ambos podem ser considerados carros de passeio, mas existem diferenças no tamanho e na potência.

O hidrômetro residencial costuma ter vazão e tamanho menores que o industrial, mas a sua função é a mesma. Portanto, caso você queira, seria possível, por exemplo, instalar um hidrômetro industrial em sua casa.

 Agora que você já sabe tudo sobre hidrômetros, basta escolher o que melhor atende as suas necessidades. A Hidroreader tem diversos hidrômetros e um deles será ideal para você.

A Hidroreader preparou esse espaço para que possamos compartilhar e dar ideias de decoração mostrando as tendências e últimas novidades do mercado de decoração.
Inscreva-se abaixo para ficar por dentro de todas as novidades que publicarmos.